Objetivo comum: inovar
O tradicionalismo de algumas empresas nunca esteve tão perto de inovar o seu melhor 03/07/2015 12:39
» Hedfran Frejat Fernandes
A revolução tecnológica dos últimos anos trouxe mudanças e praticidades para a vida das pessoas, de forma que, hoje em dia, seja quase impossível viver sem algumas inovações. Com isso, muitos setores tradicionais sentiram sua estabilidade ameaçada, visto que o momento e o cliente estão cada vez mais exigentes e voláteis.  Nessas horas, como líder dentro de uma empresa de recuperação de crédito, é necessário pensar como cliente e como colaborador, ouvindo os colegas e buscando apoio no setor de RH para que, sem perder a qualidade conquistada ao longo dos anos, seja possível encontrar os melhores pontos para inovar - principalmente em um momento tão delicado quanto este para a economia.

"É essencial que todo processo de inovação, tenha o engajamento de todos os níveis hierárquicos para uma mudança efetiva. Essa é à base do movimento de 'Change Management' (gestão de mudança), uma vez que os verbos 'inovar' e 'mudar' estão relacionados entre si", explica Hedfran Frejat Fernandes, gerente de RH da Intervalor. Além disso, esse engajamento por parte de todos reforça os laços de confiança entre colaboradores e gestores, fortificados por meio da comunicação. Com isso e o RH ao lado dos líderes, não será tão desafiador fazer com que o tradicionalismo se sinta confortável em inovar.

O executivo explica que toda mudança requer uma coesão energética entre as áreas para a geração da transformação. E toda transformação está diretamente relacionada à construção, desconstrução e/ou reconstrução de uma consciência cultural e corporativa, segundo Fernandes. Dessa forma, o RH é o gerador da energia necessária para a mudança - definindo estratégias de ação e comunicação -, enquanto o líder é o condutor e motivador para a transformação e impregnação da nova cultura. "Geralmente o líder é espelhado por seus liderados. Logo, um líder alinhado e convencido das necessidades de mudanças, torna-se peça chave na transição entre o estado atual e o novo. Nesse processo o RH se torna a força motriz que impulsiona e da base ao líder para a transformação", conclui o gerente.
TAGS
rh, liderança, inovação
Matérias Relacionadas

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Mais Lidas
  • TVip »
Total de vídeos: »
http://www.portalcreditoecobranca.com.br