Mudou tudo?
Nova realidade da economia brasileira leva mercado de crédito a ter que reavaliar políticas de concessão para equilibrar resultados 16/01/2016 12:05
A economia brasileira passa por um período delicado, afetando todos os setores, inclusive o de crédito. Por conta disso, as expectativas para 2016 nesse mercado apontam para um ano de desafios. Um dos impactos que já vem aparecendo é na concessão. O risco de aumento na inadimplência e a instabilidade devem levar as concedentes a serem ainda mais rígidas, diminuindo o volume de crédito ofertado. "Por conta da inadimplência, que subiu tanto nesse último ano de 2015, os bancos, financiadoras e afins também estão retraindo a concessão", conta Marcela Kawauti, economista chefe do SPC Brasil.

Nesse ponto, a saída para as empresas continuarem concedendo crédito, segundo a economista, é investir ainda mais na análise, para diminuir os riscos. "O principal desafio é conceder crédito para a pessoa certa, porque, apesar de o crédito estar mais escasso, ainda existe a vontade de dar crédito, até porque tem algumas empresas que vivem disso", alerta Marcela.

Outra questão que deve ser muito relevante para o mercado de crédito este ano é o alto custo da concessão, aliado às altas taxas. "Com a elevação da Selic, encarecimento dos custos e aumento dos riscos, a taxa de juros ao consumidor deverá manter tendência de alta, tanto os juros de captação como os spreads deverão aumentar ao longo do ano", explica Flavio Calife, economista da Boa Vista SCPC.

Com isso, os bancos precisam encontrar uma forma de tornar o processo mais barato, para continuar atraindo os consumidores, mas, ainda assim, evitando os riscos. "Se você não conseguir otimizar esse processo com uma análise de crédito mais eficaz, pode tornar o crédito inviável para o consumidor", afirma Virginia Moreira, diretora comercial de crédito consignado do Banco Intermedium, apontando para o mesmo caminho já destacado por Marcela.

Assim, o papel dos bancos parece ser de se estruturar para continuar concedendo crédito mesmo em um momento de crise econômica. "Os concedentes devem reavaliar as políticas e calibrar os modelos estatísticos a fim de minimizar as perdas e maximizar os ganhos. A preocupação com todas as etapas do ciclo deve aumentar", conclui Calife.

Qual será o maior desafio do mercado da concessão de crédito em 2016?
 Deixe a sua opinião na enquete do Portal Crédito e Cobrança.

Leia também as matérias exclusivas do especial:

Fase de reaprender

Momento econômico delicado pede uma reestruturação do mercado de crédito

Equilibrando perdas e ganhos

Mercado de crédito deve enfrentar dificuldades, precisando reavaliar políticas para obter melhores resultados

Crédito certeiro

Com escassez, desafio está em realizar a concessão para a pessoa certa

Matérias Relacionadas

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Mais Lidas
Os desafios e oportunidades do momento
João Carlos
Fattor
exibições: 44231
00:06:31
As mudanças precisam ser radicais
Marco Lupi
Neobpo
exibições: 267
00:09:00
Total de vídeos: » 1.049
http://www.portalcreditoecobranca.com.br