Pronto pra outra?
Ainda que 2015 tenha sido marcado por novos e velhos desafios, empresas que souberam se estruturar também encontraram oportunidades 19/12/2015 12:07
O ano de 2015 trouxe muitos desafios para os brasileiros. Todos os setores da economia, de uma forma ou outra, foram impactados. O mercado de crédito e cobrança também sentiu os efeitos da crise econômica, enfrentando problemas ao longo do ano. Agora que de certa forma já era previsto desde o ano passado, como comenta Emilio "Pitico" Vieira Neto, diretor da Enterprise Global. "Especialistas de mercado já projetavam no final de 2014 que o quadro sócio-econômico-financeiro de 2015 apresentaria um estado negativo e que iríamos atravessar um delicado período de recessão e instabilidade em todos os segmentos de negócio e indústria e, também, no âmbito político", afirma.

E assim foi. Muitos fatores levaram o mercado a passar por dificuldades esse ano, sendo que alguns fatores específicos agravaram a situação. O sócio diretor da Cesec, Hiran Leão Duarte, cita três que considera os principais motivos para as dificuldades enfrentadas: a crise política e econômica, a paralisação da oferta de crédito e o aumento da carga tributária. Juntos, esses fatores levaram o mercado a enfrentar problemas com os quais já não se deparava há algum tempo.

Inclusive, se engana quem acredita que esse cenário, com o aumento da inadimplência, foi positivo para as empresas de cobrança. O diretor executivo da Safemoney, Diogenes Barbosa, explica que a crise afeta a renda dos potenciais pagadores. "Foi um ano em que tivemos que trabalhar arduamente para não afetar drasticamente os resultados", diz. Ele explica que a crise diminuiu os recursos financeiros dos consumidores, afetando diretamente a intenção de pagar as dívidas em atraso, o que dificultou o trabalho das recuperadoras. "Sem perspectiva de geração de recursos, a negociação com os devedores fica difícil", completa. Apesar das dificuldades, ele conta que a Safemoney teve um bom ano. "Houve um crescimento orgânico na ordem de 38% acima da previsão", comenta Barbosa. "Trabalhamos muito na redução de custos e melhoria continua dos processos, além do incremento de novos clientes em nossa carteira", completa o executivo.

No entanto, por um lado, a crise levou as empresas a saírem da zona de conforto, o que pode ser encarado positivamente. "A situação de crise, não pode ser vista apenas negativamente. Temos oportunidades de analisar e reestruturar processos. No nosso caso, tivemos que procurar equilíbrio necessário para atravessar a turbulência e saímos ilesos", afirma Leão Duarte sobre a Cesec. O importante é não permanecer acomodado. "Em face dessa recessão, logo nos primeiros meses do ano, nós da Enterprise Global nos reunimos com o objetivo de apontar qual a direção que deveríamos seguir para se manter em crescimento no mercado e sofrer menos com a crise", comenta Pitico.

EM CRESCIMENTO

Mesmo com o cenário de recessão, um segmento específico do mercado cresceu e se fortaleceu ainda mais este ano: as empresas de cobrança por aplicativos online. É o que afirma Diogenes Barbosa, diretor executivo da Safemoney, "essas empresas estão apostando na tendência que uma grande fatia dos devedores atualmente possui fácil acesso a internet, optem por negociar sem a interação de um cobrador convencional", comenta o executivo.

Qual foi o maior desafio do mercado de crédito e cobrança em 2015? Deixe a sua opinião na enquete do Portal Crédito e Cobrança.

Leia também as matérias exclusivas do especial:

Escapando ileso

Mesmo com crise, Cesec soube se adaptar e passar por 2015 com crescimento

Com crise, nada de acomodação!

Apesar das dificuldades, empresas que se prepararam conseguiram superar momento difícil

Ano de muito trabalho

Apesar do aumento da inadimplência, 2015 não foi um ano fácil para o setor de cobrança

Matérias Relacionadas

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Mais Lidas
O desafio que virou modelo internacional
Rosângela
Sodexo
exibições: 277
00:13:06
O cliente no centro
Caio Poli
99
exibições: 724
00:01:33
Total de vídeos: » 1.049
http://www.portalcreditoecobranca.com.br